Trem do metrô de SP descarrila. Metroviários indicam falta de manutenção

Trem da Linha 3- Vermelha saiu dos trilhos hoje (7) entre as estações Corinthians-Itaquera e Artur Alvim, na zona leste. Se tivesse ocorrido no sentido contrário, acidente teria sérias consequências

Escrito por: Redação - Rede Brasil Atual • Publicado em: 08/02/2017 - 07:00 Escrito por: Redação - Rede Brasil Atual Publicado em: 08/02/2017 - 07:00

Um trem da Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo descarrilou por volta das 15h da terça-feira (7) entre as estações Corinthians-Itaquera e Artur Alvim, na zona leste. Após o acidente, a linha passou a operar com velocidade reduzida e maior intervalo entre trens, segundo informou o site Viatrolebus.

O acidente provocou a suspensão da circulação de trens no trecho. Segundo o coordenador de Patrimônio e Tesouraria do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Marcos Freire, o acidente pode ter ocorrido por falta de manutenção e de investimentos na linha.

Segundo ele, o sindicato vê o problema "com cautela e quer aguardar a apuração de responsabilidade e causa". Mas ele diz também que a entidade entende que o acidente era um "risco anunciado". Freire destaca que há muito tempo o sindicato vem denunciando a precarização das condições de mão de obra e manutenção do metrô paulistano, e que há falta de investimentos em manutenção e equipamentos de segurança.

Freire também afirma que já foram feitas denúncias junto à Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa sobre os riscos, já que o problema de superaquecimento de mancal é recorrente nesse tipo de equipamento, referindo-se aos trens da frota 'K'.

"É necessário instalar equipamentos para detectar esse tipo de problema nesses trens e até agora somente uma composição teve esse recurso instalado".

No acidente de hoje ninguém saiu ferido. Mas o representante do sindicado diz que haverá um prejuízo material grande e que se o trem estivesse no sentido oposto poderia ter caído sobre a via da Radial Leste.

Título: Trem do metrô de SP descarrila. Metroviários indicam falta de manutenção, Conteúdo: Um trem da Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo descarrilou por volta das 15h da terça-feira (7) entre as estações Corinthians-Itaquera e Artur Alvim, na zona leste. Após o acidente, a linha passou a operar com velocidade reduzida e maior intervalo entre trens, segundo informou o site Viatrolebus. O acidente provocou a suspensão da circulação de trens no trecho. Segundo o coordenador de Patrimônio e Tesouraria do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Marcos Freire, o acidente pode ter ocorrido por falta de manutenção e de investimentos na linha. Segundo ele, o sindicato vê o problema "com cautela e quer aguardar a apuração de responsabilidade e causa". Mas ele diz também que a entidade entende que o acidente era um "risco anunciado". Freire destaca que há muito tempo o sindicato vem denunciando a precarização das condições de mão de obra e manutenção do metrô paulistano, e que há falta de investimentos em manutenção e equipamentos de segurança. Freire também afirma que já foram feitas denúncias junto à Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da empresa sobre os riscos, já que o problema de superaquecimento de mancal é recorrente nesse tipo de equipamento, referindo-se aos trens da frota 'K'. "É necessário instalar equipamentos para detectar esse tipo de problema nesses trens e até agora somente uma composição teve esse recurso instalado". No acidente de hoje ninguém saiu ferido. Mas o representante do sindicado diz que haverá um prejuízo material grande e que se o trem estivesse no sentido oposto poderia ter caído sobre a via da Radial Leste.



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.