Sindicato dos Aeroportuários convoca assembleia para discutir contraproposta das concessionárias

Empresas, que antes propuseram reajuste abaixo da inflação, agora oferecem aumento de 4%

Escrito por: Kalinka Kaminski - Sina • Publicado em: 19/06/2017 - 11:17 Escrito por: Kalinka Kaminski - Sina Publicado em: 19/06/2017 - 11:17

Divulgação/Sina

Houve importante avanço nas negociações entre o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) e as concessionárias privadas sobre a data-base 2017. Em reunião realizada no último dia 13, na segunda rodada de negociações, as empresas apresentaram uma nova contraproposta, que será levada às assembleias, para deliberação dos trabalhadores.

A nova contraproposta das concessionárias que administram os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Brasília (DF), São Gonçalo do Amarante (RN) e Confins (MG) veio em resposta à rejeição em mesa da primeira proposta das empresas feita pelo Sindicato, na primeira rodada.

Agora as empresas, que antes propuseram reajuste bem abaixo da inflação, oferecem aumento de 4% sobre salários e pisos (sendo que a GRU Airport pagaria um valor fixo de R$ 275,36 para quem recebe acima de R$ 6.884,00). Para os benefícios (VA, VR, VT, auxílio creche, auxílio funeral e auxílio para material escolar), a oferta é de reajuste de 4,08%, sendo o teto dos salários, para computo dos benefícios, aumentado em 4% nessa proposta. Para São Gonçalo (RN) a proposta da empresa é de congelamento do auxílio combustível. A proposta formal será entregue ao Sina até o dia 20 de junho.

“Saímos de uma proposta de 2,8% de reajuste apenas para salários, VA e VR, para um índice que contempla a inflação do período, o que significa um avanço expressivo na negociação travada pelo Sindicato”, destaca a direção do Sina. Os aeroportuários defendem, na pauta de reivindicação, reajuste de 7% sobre salários e benefícios.

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV), que administra o Aeroporto de Campinas, não participou da rodada e apresentou por e-mail, no dia 14, uma contraproposta à diretoria do Sina diferente das demais. A empresa ofereceu reajuste de 3,11% até salários de R$ 3.000,00 e um acréscimo de R$ 93,30 para os demais. O mesmo reajuste e teto seriam aplicados nos pisos. Já em relação aos benefícios, a ABV propõe redução do valor atual do vale refeição para R$ 25,66, da cesta básica para R$ 85,11 e redução em 20% do adicional noturno. O dia de pagamento também seria postergado do 1º para o 5º dia útil, pela proposta da empresa. Para os demais benefícios, a concessionária oferece aumento de 3,11%.

O Sina irá levar a proposta à assembleia, mas não irá defender, de forma alguma, a redução de direitos ou valores pagos aos trabalhadores, ressalta a direção da entidade. O Sindicato espera que a ABV reflita e iguale sua proposta à das demais concessionárias antes da realização das assembleias.

As assembleias acontecerão nos seguintes dias e horários:

Guarulhos (SP) - 23/6, às 9h, na interligação do TPS1 e TPS2, próximo à sala do Sina

Galeão (RJ) - 22/6, no prédio da administração às 9h; e no Terminal de Cargas às 13h

Brasília - 22/6, às 14h30, no piso do Desembarque (antiga praça do busto do Santos Dumont)

São Gonçalo do Amarante (RN) - 27/6, às 13h30

Confins (MG) - 22/6, às 9h30

Viracopos (Campinas) - 22/6, às 14h, em frente ao prédio da Administração (PA)

Título: Sindicato dos Aeroportuários convoca assembleia para discutir contraproposta das concessionárias, Conteúdo: Houve importante avanço nas negociações entre o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina) e as concessionárias privadas sobre a data-base 2017. Em reunião realizada no último dia 13, na segunda rodada de negociações, as empresas apresentaram uma nova contraproposta, que será levada às assembleias, para deliberação dos trabalhadores. A nova contraproposta das concessionárias que administram os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Brasília (DF), São Gonçalo do Amarante (RN) e Confins (MG) veio em resposta à rejeição em mesa da primeira proposta das empresas feita pelo Sindicato, na primeira rodada. Agora as empresas, que antes propuseram reajuste bem abaixo da inflação, oferecem aumento de 4% sobre salários e pisos (sendo que a GRU Airport pagaria um valor fixo de R$ 275,36 para quem recebe acima de R$ 6.884,00). Para os benefícios (VA, VR, VT, auxílio creche, auxílio funeral e auxílio para material escolar), a oferta é de reajuste de 4,08%, sendo o teto dos salários, para computo dos benefícios, aumentado em 4% nessa proposta. Para São Gonçalo (RN) a proposta da empresa é de congelamento do auxílio combustível. A proposta formal será entregue ao Sina até o dia 20 de junho. “Saímos de uma proposta de 2,8% de reajuste apenas para salários, VA e VR, para um índice que contempla a inflação do período, o que significa um avanço expressivo na negociação travada pelo Sindicato”, destaca a direção do Sina. Os aeroportuários defendem, na pauta de reivindicação, reajuste de 7% sobre salários e benefícios. A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos (ABV), que administra o Aeroporto de Campinas, não participou da rodada e apresentou por e-mail, no dia 14, uma contraproposta à diretoria do Sina diferente das demais. A empresa ofereceu reajuste de 3,11% até salários de R$ 3.000,00 e um acréscimo de R$ 93,30 para os demais. O mesmo reajuste e teto seriam aplicados nos pisos. Já em relação aos benefícios, a ABV propõe redução do valor atual do vale refeição para R$ 25,66, da cesta básica para R$ 85,11 e redução em 20% do adicional noturno. O dia de pagamento também seria postergado do 1º para o 5º dia útil, pela proposta da empresa. Para os demais benefícios, a concessionária oferece aumento de 3,11%. O Sina irá levar a proposta à assembleia, mas não irá defender, de forma alguma, a redução de direitos ou valores pagos aos trabalhadores, ressalta a direção da entidade. O Sindicato espera que a ABV reflita e iguale sua proposta à das demais concessionárias antes da realização das assembleias. As assembleias acontecerão nos seguintes dias e horários: Guarulhos (SP) - 23/6, às 9h, na interligação do TPS1 e TPS2, próximo à sala do Sina Galeão (RJ) - 22/6, no prédio da administração às 9h; e no Terminal de Cargas às 13h Brasília - 22/6, às 14h30, no piso do Desembarque (antiga praça do busto do Santos Dumont) São Gonçalo do Amarante (RN) - 27/6, às 13h30 Confins (MG) - 22/6, às 9h30 Viracopos (Campinas) - 22/6, às 14h, em frente ao prédio da Administração (PA)



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.