São Carlos (SP) terá Plenária do Funcionalismo Público no sábado

Congelamento dos investimentos públicos e a Reforma Trabalhista estão na pauta

Escrito por: Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos • Publicado em: 09/11/2017 - 12:31 Escrito por: Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos Publicado em: 09/11/2017 - 12:31

Reprodução

Servidores Públicos nas três esferas (federal, estadual e municipal) e os trabalhadores das empresas estatais se unem neste sábado, 11 de novembro, contra a tentativa dos governos do Estado e Federal de congelar investimentos para sucatear ainda mais o serviço público.

Além do congelamento, ainda há a Reforma Trabalhista que retira direitos, que abre espaço para a terceirização que irá precarizar ainda mais as relações de trabalho. Por esses motivos, os servidores públicos promovem uma série de atividades para este dia.

Em São Carlos ocorrerá uma plenária que terá a participação do presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo, além de representantes do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (Sindspam), Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sinfuspesp), Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba (Adufscar), Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (SindSaúde-SP) e do  Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação (Afuse).

A plenária acontece a partir das 9h na sede do Sindspam, na rua dos Ferroviários, 81, Vila Prado, e é aberto a toda classe trabalhadora e ao público em geral. 

Título: São Carlos (SP) terá Plenária do Funcionalismo Público no sábado, Conteúdo: Servidores Públicos nas três esferas (federal, estadual e municipal) e os trabalhadores das empresas estatais se unem neste sábado, 11 de novembro, contra a tentativa dos governos do Estado e Federal de congelar investimentos para sucatear ainda mais o serviço público. Além do congelamento, ainda há a Reforma Trabalhista que retira direitos, que abre espaço para a terceirização que irá precarizar ainda mais as relações de trabalho. Por esses motivos, os servidores públicos promovem uma série de atividades para este dia. Em São Carlos ocorrerá uma plenária que terá a participação do presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo, além de representantes do Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (Sindspam), Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sinfuspesp), Sindicato dos Docentes em Instituições Federais de Ensino Superior dos Municípios de São Carlos, Araras e Sorocaba (Adufscar), Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (SindSaúde-SP) e do  Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação (Afuse). A plenária acontece a partir das 9h na sede do Sindspam, na rua dos Ferroviários, 81, Vila Prado, e é aberto a toda classe trabalhadora e ao público em geral. 



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.