Nota: solidariedade à greve de fome dos trabalhadores rurais

CUT manifesta apoio à luta dos camponeses do Movimento dos Pequenos Agricultores

Escrito por: CUT Nacional • Publicado em: 06/12/2017 - 11:25 Escrito por: CUT Nacional Publicado em: 06/12/2017 - 11:25

Edson Rimonatto/CUT

A CUT manifesta seu apoio e solidariedade à Greve de Fome realizada pelos Camponeses do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), acampados desde o dia 5 de dezembro na Câmara dos Deputados Federal, em Brasília, como forma de repúdio à Reforma da Previdência que assombra os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade.

Os três militantes do movimento camponês, Josineide Costa, Denise Meurer e Frei Sérgio, em ato de bravura, colocam suas vidas em risco em defesa de tantas outras contra a Reforma da Previdência, protagonizada pelo governo golpista. 

A CUT apoia a greve de fome, solicita aos órgãos competentes, Câmara Federal e Governo Federal, que atenda às reivindicações apresentadas, preservando a vida dos manifestantes e o direito à aposentadoria historicamente conquistados e convoca toda a população brasileira a tomar às ruas contra o desmonte das políticas sócias feitas pelo governo golpista.

São Paulo, 5 de novembro de 2017

Direção Executiva da CUT Nacional

Título: Nota: solidariedade à greve de fome dos trabalhadores rurais, Conteúdo: A CUT manifesta seu apoio e solidariedade à Greve de Fome realizada pelos Camponeses do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), acampados desde o dia 5 de dezembro na Câmara dos Deputados Federal, em Brasília, como forma de repúdio à Reforma da Previdência que assombra os trabalhadores e trabalhadoras do campo e da cidade. Os três militantes do movimento camponês, Josineide Costa, Denise Meurer e Frei Sérgio, em ato de bravura, colocam suas vidas em risco em defesa de tantas outras contra a Reforma da Previdência, protagonizada pelo governo golpista.  A CUT apoia a greve de fome, solicita aos órgãos competentes, Câmara Federal e Governo Federal, que atenda às reivindicações apresentadas, preservando a vida dos manifestantes e o direito à aposentadoria historicamente conquistados e convoca toda a população brasileira a tomar às ruas contra o desmonte das políticas sócias feitas pelo governo golpista. São Paulo, 5 de novembro de 2017 Direção Executiva da CUT Nacional



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.