Movimento sindical perde guerreiro Flávio

Escrito por: Luiz Carvalho • Publicado em: 29/06/2010 - 08:57 Escrito por: Luiz Carvalho Publicado em: 29/06/2010 - 08:57

Nota de falecimento: movimento sindical perde guerreiro Flávio



Faleceu às 09h30 da manhã desta segunda-feira (01), o companheiro Flávio de Souza Gomes, Secretário de Organização Sindical da CUT/SP. No dia 26 de maio, ele completou 48 anos.

Há uma semana, Flávio estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa, após passar por uma cirurgia para tratar um coágulo no cérebro após uma queda acidental.

Flávio nasceu em Lins e sempre teve grande envolvimento com os movimentos sociais. Iniciou sua atividade política em 1977, na União Nacional dos Estudantes Secundaristas (UNE) da região de Lins. Também foi um dos fundadores do PT de Lins e Guaiçara e em 1979, participou ativamente da fundação do Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo)-CUT/SP. Graças à sua militância, teve ainda papel fundamental na organização dos funcionários da Associação dos Servidores do Estado de São Paulo, em 1982.

Era diretor regional do Sindsaúde em Lins e diretor executivo do Sindsaúde-SP. Na CUT/SP, foi eleito como 1.º Suplente da Direção, em 2000 e em 2003 passou a ocupar a função de Secretário de Política Sindical. Em 2006 se tornou Secretário de Organização Sindical e no 12.º Congresso Estadual da CUT/SP, em maio deste ano, foi eleito para a Secretaria de Relações do Trabalho.

Apesar de lutar há muitos anos contra uma insuficiência renal, que o obrigava a passar muito do seu tempo no hospital, sempre esteve presente nas lutas travadas pela CUT. Flávio Gomes deixa esposa.

??Sentimos a perda de um grande companheiro que ajudou a construir a CUT e não mediu sacrifícios, enfrentando dificuldades e sendo exemplo de combatividade para o movimento sindical. Essa ausência não será em vão porque a luta sempre será relembrada em cada ato e estará na memória da Central Unica dos Trabalhadores?, comentou Adi Lima, presidente da CUT/SP.

O corpo será velado das 15h às 20h, no Hospital Beneficência Portuguesa, na Rua Maestro Cardim, 809, Liberdade, São Paulo.

Título: Movimento sindical perde guerreiro Flávio, Conteúdo: Nota de falecimento: movimento sindical perde guerreiro Flávio Faleceu às 09h30 da manhã desta segunda-feira (01), o companheiro Flávio de Souza Gomes, Secretário de Organização Sindical da CUT/SP. No dia 26 de maio, ele completou 48 anos. Há uma semana, Flávio estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa, após passar por uma cirurgia para tratar um coágulo no cérebro após uma queda acidental. Flávio nasceu em Lins e sempre teve grande envolvimento com os movimentos sociais. Iniciou sua atividade política em 1977, na União Nacional dos Estudantes Secundaristas (UNE) da região de Lins. Também foi um dos fundadores do PT de Lins e Guaiçara e em 1979, participou ativamente da fundação do Sindsaúde (Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo)-CUT/SP. Graças à sua militância, teve ainda papel fundamental na organização dos funcionários da Associação dos Servidores do Estado de São Paulo, em 1982. Era diretor regional do Sindsaúde em Lins e diretor executivo do Sindsaúde-SP. Na CUT/SP, foi eleito como 1.º Suplente da Direção, em 2000 e em 2003 passou a ocupar a função de Secretário de Política Sindical. Em 2006 se tornou Secretário de Organização Sindical e no 12.º Congresso Estadual da CUT/SP, em maio deste ano, foi eleito para a Secretaria de Relações do Trabalho. Apesar de lutar há muitos anos contra uma insuficiência renal, que o obrigava a passar muito do seu tempo no hospital, sempre esteve presente nas lutas travadas pela CUT. Flávio Gomes deixa esposa. ??Sentimos a perda de um grande companheiro que ajudou a construir a CUT e não mediu sacrifícios, enfrentando dificuldades e sendo exemplo de combatividade para o movimento sindical. Essa ausência não será em vão porque a luta sempre será relembrada em cada ato e estará na memória da Central Unica dos Trabalhadores?, comentou Adi Lima, presidente da CUT/SP. O corpo será velado das 15h às 20h, no Hospital Beneficência Portuguesa, na Rua Maestro Cardim, 809, Liberdade, São Paulo.



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.