Frente Brasil Popular organiza formação sobre a reforma da Previdência

Ação faz parte da agenda de luta que tem mobilizado o Brasil

Escrito por: Redação - CUT São Paulo • Publicado em: 20/03/2017 - 10:40 Escrito por: Redação - CUT São Paulo Publicado em: 20/03/2017 - 10:40

No próximo dia 21 de março, a Frente Brasil Popular, que reúne diversos movimentos sociais e sindical, como a CUT, realiza o Curso Nacional sobre a Reforma da Previdência.

A atividade ocorrerá na sede do Sindicato dos Marceneiros, na rua das Carmelitas, 149, no centro de São Paulo (próximo a estação da Sé), das 9h às 17h30.

Com programação elaborada a partir do documento “Previdência: reformar para excluir?”, sistematizado nos últimos cinco meses por diversos especialistas, a proposta é discutir a PEC 287, em análise no Congresso Nacional e que pretende, caso seja tramitada, inviabilizar a aposentadoria para muitos trabalhadores.

A ação faz parte da agenda de luta da Frente, que na última quarta (15), ao lado de outros movimentos, paralisaram o Brasil com greves e atos contrários à reforma de Michel Temer. “É um momento importante para o conjunto de militantes e ativistas se capacitarem para que a gente possa enfrentar essa reforma da Previdência do governo Temer”, afirma o secretário de Mobilização da CUT-SP, João Batista Gomes.

Para participar, é preciso preencher o formulário on-line disponível no link: https://goo.gl/forms/HqlMhihGSo5fAl7k2
 

Título: Frente Brasil Popular organiza formação sobre a reforma da Previdência, Conteúdo: No próximo dia 21 de março, a Frente Brasil Popular, que reúne diversos movimentos sociais e sindical, como a CUT, realiza o Curso Nacional sobre a Reforma da Previdência. A atividade ocorrerá na sede do Sindicato dos Marceneiros, na rua das Carmelitas, 149, no centro de São Paulo (próximo a estação da Sé), das 9h às 17h30. Com programação elaborada a partir do documento “Previdência: reformar para excluir?”, sistematizado nos últimos cinco meses por diversos especialistas, a proposta é discutir a PEC 287, em análise no Congresso Nacional e que pretende, caso seja tramitada, inviabilizar a aposentadoria para muitos trabalhadores. A ação faz parte da agenda de luta da Frente, que na última quarta (15), ao lado de outros movimentos, paralisaram o Brasil com greves e atos contrários à reforma de Michel Temer. “É um momento importante para o conjunto de militantes e ativistas se capacitarem para que a gente possa enfrentar essa reforma da Previdência do governo Temer”, afirma o secretário de Mobilização da CUT-SP, João Batista Gomes. Para participar, é preciso preencher o formulário on-line disponível no link: https://goo.gl/forms/HqlMhihGSo5fAl7k2  



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.