Evento da CUT e Crivelli Advogados discute em Franca movimento sindical e reforma trabalhista

Evento no dia 6 acontece a partir das 14h, no Sindicato dos Servidores de Franca e Região

Escrito por: Divulgação • Última modificação: 05/12/2017 - 11:22 • Publicado em: 01/12/2017 - 17:38 Escrito por: Divulgação Publicado em: 01/12/2017 - 17:38 Última modificação: 05/12/2017 - 11:22

Divulgação

Na próxima quarta-feira, 6 de dezembro, o escritório Crivelli Advogados e a CUT promovem em Franca mesa redonda com o tema “Os Desafios do Movimento Sindical diante da Reforma Trabalhista”. O evento acontece a partir das 14h, no Sindicato dos Servidores de Franca e Região.

Serão discutidos os seguintes temas: negociado x legislado, ações coletivas como mecanismo de ampliação da ação sindical, terceirização e representação sindical, fim da contribuição sindical e as consequências da negociação coletiva, novas formas de custeio dos sindicatos.

Com moderação do advogado trabalhista Ericson Crivelli, que tem mais de 35 anos de atuação junto ao movimento sindical, a mesa redonda vai ter participação do presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, do professor doutor Jair Cardoso, que leciona Direito na USP de Ribeirão Preto, dos advogados do escritório Crivelli Advogados André F. Watanabe, Eduardo Bossolan, Vitor M. Fernandes, do também advogado Jorge Normando, da Federação Única dos Petroleiros (FUP), além do secretário-geral da CUT-SP, João Cayres, e do coordenador da CUT de Ribeirão Preto, Luiz Henrique Souza.

“Eventos como estes são importantíssimos para o movimento sindical se atualizar e traçar suas estratégias diante de uma nova realidade nas relações trabalhistas no país”, destaca Ericson Crivelli. “Temos participado de diversos debates como este em São Paulo e decidimos levar o tema para o interior para ajudar a esclarecer os sindicalistas e fortalecer a atuação dos sindicatos de fora da Grande São Paulo”, completa.

O presidente da CUT, Vagner Freitas, avalia que, com a reforma trabalhista, o governo do presidente Michel Temer “legalizou o bico e promoveu um retrocesso de mais de 70 anos nas relações de trabalho no Brasil”. Além de a CUT denunciar os prejuízos da reforma aos trabalhadores, Vagner Freitas tem defendido a união de sindicatos em macrossetores, que reúnam todo um determinado seguimento de trabalhadores, para, assim, terem maior poder de negociação e menores custos de manutenção de estruturas de assistência jurídica, por exemplo.

Serviço
Mesa Redonda: “Os Desafios do Movimento Sindical diante da Reforma Trabalhista”
Quando: Quarta-feira, 6 de dezembro, a partir das 14h
Onde: Sindicato dos Servidores de Franca e Região - rua Prudente de Morais, 697 - Cidade Nova, Franca 
Evento aberto ao público com entrada gratuita (vagas limitadas). Inscrições e mais informações: comunicacao@crivelli.com.br ou (16) 3682-8494

Título: Evento da CUT e Crivelli Advogados discute em Franca movimento sindical e reforma trabalhista, Conteúdo: Na próxima quarta-feira, 6 de dezembro, o escritório Crivelli Advogados e a CUT promovem em Franca mesa redonda com o tema “Os Desafios do Movimento Sindical diante da Reforma Trabalhista”. O evento acontece a partir das 14h, no Sindicato dos Servidores de Franca e Região. Serão discutidos os seguintes temas: negociado x legislado, ações coletivas como mecanismo de ampliação da ação sindical, terceirização e representação sindical, fim da contribuição sindical e as consequências da negociação coletiva, novas formas de custeio dos sindicatos. Com moderação do advogado trabalhista Ericson Crivelli, que tem mais de 35 anos de atuação junto ao movimento sindical, a mesa redonda vai ter participação do presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, do professor doutor Jair Cardoso, que leciona Direito na USP de Ribeirão Preto, dos advogados do escritório Crivelli Advogados André F. Watanabe, Eduardo Bossolan, Vitor M. Fernandes, do também advogado Jorge Normando, da Federação Única dos Petroleiros (FUP), além do secretário-geral da CUT-SP, João Cayres, e do coordenador da CUT de Ribeirão Preto, Luiz Henrique Souza. “Eventos como estes são importantíssimos para o movimento sindical se atualizar e traçar suas estratégias diante de uma nova realidade nas relações trabalhistas no país”, destaca Ericson Crivelli. “Temos participado de diversos debates como este em São Paulo e decidimos levar o tema para o interior para ajudar a esclarecer os sindicalistas e fortalecer a atuação dos sindicatos de fora da Grande São Paulo”, completa. O presidente da CUT, Vagner Freitas, avalia que, com a reforma trabalhista, o governo do presidente Michel Temer “legalizou o bico e promoveu um retrocesso de mais de 70 anos nas relações de trabalho no Brasil”. Além de a CUT denunciar os prejuízos da reforma aos trabalhadores, Vagner Freitas tem defendido a união de sindicatos em macrossetores, que reúnam todo um determinado seguimento de trabalhadores, para, assim, terem maior poder de negociação e menores custos de manutenção de estruturas de assistência jurídica, por exemplo. Serviço Mesa Redonda: “Os Desafios do Movimento Sindical diante da Reforma Trabalhista” Quando: Quarta-feira, 6 de dezembro, a partir das 14h Onde: Sindicato dos Servidores de Franca e Região - rua Prudente de Morais, 697 - Cidade Nova, Franca  Evento aberto ao público com entrada gratuita (vagas limitadas). Inscrições e mais informações: comunicacao@crivelli.com.br ou (16) 3682-8494



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.