Chapa fupista vence mais uma eleição no Sindipetro Unificado-SP, com 78% dos votos

Maioria dos integrantes da nova diretoria eleita é composta por petroleiros que ingressaram no Sistema Petrobrás após o ano 2000

Escrito por: Federação • Publicado em: 11/08/2014 - 10:38 Escrito por: Federação Publicado em: 11/08/2014 - 10:38

Com apoio da FUP, da CUT e da CNQ, a Chapa 1 - Unidade Nacional venceu a eleição do Sindipetro Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo, com quase 80% dos votos, após quatro dias de eleição, onde 1.786 trabalhadores sindicalizados compareceram às urnas. Composta por integrantes da atual diretoria do sindicato e novos petroleiros, a chapa fupista conquistou 1.345 votos (78,2%), enquanto que a chapa oposicionista obteve 375 votos (21,8%). Ao todo, foram registrados 66 votos nulos e em branco. A apuração foi realizada na tarde da última sexta-feira, 08, na regional do Sindicato, em Campinas.

Assim como ocorreu em outras bases da FUP, a grande participação dos petroleiros na eleição do Unificado-SP reflete a atuação classista e combativa do sindicato na condução das lutas diárias da categoria, bem como o entendimento dos trabalhadores de que a unidade deve continuar sendo o alicerce da nossa organização. A maioria dos integrantes da nova diretoria eleita é composta por petroleiros que ingressaram no Sistema Petrobrás após o ano 2000, que atuarão ao lado de lideranças nacionais, como o atual coordenador da FUP, João Antônio de Moraes, e Antônio Carlos Spis, o primeiro coordenador da Federação,

A FUP parabeniza todos os companheiros e companheiras que protagonizaram a vitória consagradora da unidade em uma das mais importantes e respeitadas bases sindicais do país. O resultado desta eleição histórica confirma o isolamento cada vez maior do PSTU e da Semlutas, que, com suas ações sectárias, tentam há mais de oito anos impor a divisão da categoria, chegando ao ponto de favorecerem os tucanos nos ataques à Petrobrás e na disputa eleitoral.

Das 11 eleições sindicais realizadas desde dezembro, as chapas fupistas venceram nove: Unificado-SP, NF, MG, PR/SC, RS, ES, BA, PE/PB e AM. Seja nas urnas ou nas lutas e mobilizações convocadas pela FUP, os petroleiros estão derrotando o projeto político dos divisionistas que, na falta de propostas, pregam a negação pela negação, sem nada contribuir para as lutas e conquistas dos trabalhadores, e ainda fortalecem as gerências na disputa ideológica, acirrando a divisão entre a ativa e os aposentados. O caminho apontado pelos trabalhadores nas urnas é de fortalecimento da unidade nacional, através da FUP e de um sindicalismo responsável, classista e de luta.
 

Título: Chapa fupista vence mais uma eleição no Sindipetro Unificado-SP, com 78% dos votos, Conteúdo: Com apoio da FUP, da CUT e da CNQ, a Chapa 1 - Unidade Nacional venceu a eleição do Sindipetro Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo, com quase 80% dos votos, após quatro dias de eleição, onde 1.786 trabalhadores sindicalizados compareceram às urnas. Composta por integrantes da atual diretoria do sindicato e novos petroleiros, a chapa fupista conquistou 1.345 votos (78,2%), enquanto que a chapa oposicionista obteve 375 votos (21,8%). Ao todo, foram registrados 66 votos nulos e em branco. A apuração foi realizada na tarde da última sexta-feira, 08, na regional do Sindicato, em Campinas. Assim como ocorreu em outras bases da FUP, a grande participação dos petroleiros na eleição do Unificado-SP reflete a atuação classista e combativa do sindicato na condução das lutas diárias da categoria, bem como o entendimento dos trabalhadores de que a unidade deve continuar sendo o alicerce da nossa organização. A maioria dos integrantes da nova diretoria eleita é composta por petroleiros que ingressaram no Sistema Petrobrás após o ano 2000, que atuarão ao lado de lideranças nacionais, como o atual coordenador da FUP, João Antônio de Moraes, e Antônio Carlos Spis, o primeiro coordenador da Federação, A FUP parabeniza todos os companheiros e companheiras que protagonizaram a vitória consagradora da unidade em uma das mais importantes e respeitadas bases sindicais do país. O resultado desta eleição histórica confirma o isolamento cada vez maior do PSTU e da Semlutas, que, com suas ações sectárias, tentam há mais de oito anos impor a divisão da categoria, chegando ao ponto de favorecerem os tucanos nos ataques à Petrobrás e na disputa eleitoral. Das 11 eleições sindicais realizadas desde dezembro, as chapas fupistas venceram nove: Unificado-SP, NF, MG, PR/SC, RS, ES, BA, PE/PB e AM. Seja nas urnas ou nas lutas e mobilizações convocadas pela FUP, os petroleiros estão derrotando o projeto político dos divisionistas que, na falta de propostas, pregam a negação pela negação, sem nada contribuir para as lutas e conquistas dos trabalhadores, e ainda fortalecem as gerências na disputa ideológica, acirrando a divisão entre a ativa e os aposentados. O caminho apontado pelos trabalhadores nas urnas é de fortalecimento da unidade nacional, através da FUP e de um sindicalismo responsável, classista e de luta.  



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.