Calçadistas de Jaú iniciam Campanha Salarial 2017

Assembleia será neste sábado, dia 20 de maio

Escrito por: Redação STICJ • Publicado em: 18/05/2017 - 12:26 Escrito por: Redação STICJ Publicado em: 18/05/2017 - 12:26

A direção do Sindicato dos Calçadistas de Jaú se prepara para a segunda Campanha Salarial desde sua posse em setembro de 2015. A assembleia que aprovará a pauta de reivindicações será realizada neste sábado, às 8h30, no Clube Banespinha, que fica na rua Argemiro Celebroni, n.º 22, no Jardim Odete.

A novidade deste ano será o sorteio de uma moto para os calçadistas que participarem da assembleia que tem como pauta central a definição das principais reivindicais sobre salário, benefícios e garantias sociais. “Estamos buscando inovar para ampliar a participação dos trabalhadores. O sorteio da moto é para atrair a categoria frente à organização e mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras para as ações da Campanha Salarial 2017”, explica Miro Jacintho, presidente da entidade. “É um atrativo a mais para os participantes, mas o importante é que o trabalhador adquira a consciência de que sem mobilização não há conquistas”.

Jacintho afirma ainda que a participação dos trabalhadores/as nas assembleias da Campanha Salarial é fundamental na mesa de negociação. “O Sindicato ganha força nas negociações  quando a categoria é participativa”.

Título: Calçadistas de Jaú iniciam Campanha Salarial 2017, Conteúdo: A direção do Sindicato dos Calçadistas de Jaú se prepara para a segunda Campanha Salarial desde sua posse em setembro de 2015. A assembleia que aprovará a pauta de reivindicações será realizada neste sábado, às 8h30, no Clube Banespinha, que fica na rua Argemiro Celebroni, n.º 22, no Jardim Odete. A novidade deste ano será o sorteio de uma moto para os calçadistas que participarem da assembleia que tem como pauta central a definição das principais reivindicais sobre salário, benefícios e garantias sociais. “Estamos buscando inovar para ampliar a participação dos trabalhadores. O sorteio da moto é para atrair a categoria frente à organização e mobilização dos trabalhadores e trabalhadoras para as ações da Campanha Salarial 2017”, explica Miro Jacintho, presidente da entidade. “É um atrativo a mais para os participantes, mas o importante é que o trabalhador adquira a consciência de que sem mobilização não há conquistas”. Jacintho afirma ainda que a participação dos trabalhadores/as nas assembleias da Campanha Salarial é fundamental na mesa de negociação. “O Sindicato ganha força nas negociações  quando a categoria é participativa”.



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.