Aumentam mobilizações em SP em defesa de Lula e da democracia

Movimentos preparam atos, debates e ações de rua na capital, no litoral e no interior

Escrito por: Vanessa Ramos - CUT São Paulo • Última modificação: 22/01/2018 - 14:35 • Publicado em: 12/01/2018 - 19:03 Escrito por: Vanessa Ramos - CUT São Paulo Publicado em: 12/01/2018 - 19:03 Última modificação: 22/01/2018 - 14:35

Arte: Secom CUT-SP

A CUT, sindicatos e diversos movimentos sociais ligados às frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo preparam ações pelo estado de São Paulo para defender o ex-presidente Lula e a democracia brasileira.

As entidades defendem o direito de o ex-presidente ser candidato nas eleições de 2018 e afirmam que eleição sem Lula é fraude.

No próximo dia 24, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de Porto Alegre, julgará o recurso do processo referente ao caso do tríplex do Guarujá (SP), da Operação Lava Jato. A decisão pode tirar de jogo o grande favorito às próximas eleições presidenciais que deveria passar pelo crivo do povo, aponta o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo.

“Estamos diante de uma fase do golpe contra a democracia brasileira que se dá neste momento com a perseguição ao Lula, que nenhum crime cometeu. Juiz, setores do judiciário, com apoio da grande mídia, já fizeram de tudo para incriminar o ex-presidente, mas não têm provas e nenhuma testemunha para legitimar isso, o que comprova disputa política, já que querem impedir que Lula seja eleito presidente pelo povo brasileiro”, diz o dirigente.

Para fazer o enfrentamento, trabalhadores do campo e da cidade se organizam nos locais de trabalho e de atuação, partidos políticos realizam debates, movimentos de juventude preparam ações de agitação e propaganda nas ruas e diálogo nas escolas e universidades, assim também os movimentos de moradia farão diálogo com suas bases e brigadas populares nas periferias, ao lado de outras entidades e coletivos.

Em São Paulo, a principal atividade ocorrerá na Avenida Paulista, no dia 24, com ato que terá a participação de artistas e do ex-presidente Lula.

Confira, a seguir, as agendas que ocorrerão em janeiro em SP.

13/01: Ato em defesa de Lula e da democracia, às 14h, na Praça Coronel Lopes, em São Vicente-SP.

13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 11h, na Rua Asdrúbal do Nascimento, 226, na Bela Vista, em São Paulo - SP

13/01: Ato Eleição sem Lula é fraude, às 9h30, na Praça Dom Epaminondas, em Taubaté-SP.

13/01: Ato em defesa de Lula ser candidato e da democracia, às 14h, na Rua Francisco Franco, 375, centro de Mogi das Cruzes-SP.

13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 16h, na Avenida Santa Luzia, 120, Jardim Sumaré, em Ribeirão Preto-SP.

13/01: Panfletagem em defesa da democracia e de Lula ser presidente no calçadão Oliveira Lima, no centro de Santo André-SP.

13/01: Lançamento do Comitê Popular Santo André em defesa do Lula, da democracia e da Justiça, às 15h, na Rua Antônio Cardoso Franco, 501 - Casa Branca, em Santo André-SP.

13/01: Aula pública em defesa de Lula e da democracia, às 9h, na Praça Coronel Fernando Prestes, em Sorocaba-SP.

13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente e debate com a youtuber Manuela Cristina, da página Papo Reto com Manu, às 9h, na Avenida Piraporinha, 1032, na Vila Nogueira, em Diadema – SP.

15/01: Lançamento de Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 19h, na Rua Barão de Jaguará, 704, em Campinas-SP.

18/01: Ato dos artistas e intelectuais pela democracia e pelo direito de Lula ser candidato, às 19h, na Casa de Portugal, na Avenida Liberdade, 602, na Liberdade, centro de São Paulo-SP.

18/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 19h, na Rua Antônio de Godói, 5.342, no bairro Nova Redentora, na subsede da CUT em São José do Rio Preto-SP.  

19/01: Ato de educadores em defesa da democracia e de Lula ser candidato, às 16h, na sede da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), na Praça da República, no centro de São Paulo-SP.

20 e 21/01: Brigadas Populares nas periferias em diferentes região da cidade de São Paulo.

22/01: Panfletagem no Terminal Rodoviário de São José do Rio Preto-SP, a partir das 17.

23/01: Vigília em defesa de Lula e da democracia, às 17h, no Tribunal Regional Federal da 3, na Avenida Paulista, 1.842, na Bela Vista, na cidade de São Paulo.

23/01: Ato em frente à sede da Justiça Federal de São José do Rio Preto, na Rua dos Radialistas Riopretenses, 1.000, no bairro Nova Redentora.

24/01: Ato em defesa da democracia e de Lula, às 9h, na sede da Justiça Federal de São José do Rio Preto, na Rua dos Radialistas Riopretenses, 1.000, no bairro Nova Redentora.

23/01 a 24/01: Vigília em defesa da democracia e de Lula ser presidente, na Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo - Fórum de Campinas, na Avenida Aquidaban, 465, no centro de Campinas - SP

24/01: Ato em defesa da democracia e de Lula ser presidente, com a presença de artistas, intelectuais e Lula.

Em atualização

 

 

 

 

Título: Aumentam mobilizações em SP em defesa de Lula e da democracia, Conteúdo: A CUT, sindicatos e diversos movimentos sociais ligados às frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo preparam ações pelo estado de São Paulo para defender o ex-presidente Lula e a democracia brasileira. As entidades defendem o direito de o ex-presidente ser candidato nas eleições de 2018 e afirmam que eleição sem Lula é fraude. No próximo dia 24, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), de Porto Alegre, julgará o recurso do processo referente ao caso do tríplex do Guarujá (SP), da Operação Lava Jato. A decisão pode tirar de jogo o grande favorito às próximas eleições presidenciais que deveria passar pelo crivo do povo, aponta o presidente da CUT São Paulo, Douglas Izzo. “Estamos diante de uma fase do golpe contra a democracia brasileira que se dá neste momento com a perseguição ao Lula, que nenhum crime cometeu. Juiz, setores do judiciário, com apoio da grande mídia, já fizeram de tudo para incriminar o ex-presidente, mas não têm provas e nenhuma testemunha para legitimar isso, o que comprova disputa política, já que querem impedir que Lula seja eleito presidente pelo povo brasileiro”, diz o dirigente. Para fazer o enfrentamento, trabalhadores do campo e da cidade se organizam nos locais de trabalho e de atuação, partidos políticos realizam debates, movimentos de juventude preparam ações de agitação e propaganda nas ruas e diálogo nas escolas e universidades, assim também os movimentos de moradia farão diálogo com suas bases e brigadas populares nas periferias, ao lado de outras entidades e coletivos. Em São Paulo, a principal atividade ocorrerá na Avenida Paulista, no dia 24, com ato que terá a participação de artistas e do ex-presidente Lula. Confira, a seguir, as agendas que ocorrerão em janeiro em SP. 13/01: Ato em defesa de Lula e da democracia, às 14h, na Praça Coronel Lopes, em São Vicente-SP. 13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 11h, na Rua Asdrúbal do Nascimento, 226, na Bela Vista, em São Paulo - SP 13/01: Ato Eleição sem Lula é fraude, às 9h30, na Praça Dom Epaminondas, em Taubaté-SP. 13/01: Ato em defesa de Lula ser candidato e da democracia, às 14h, na Rua Francisco Franco, 375, centro de Mogi das Cruzes-SP. 13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 16h, na Avenida Santa Luzia, 120, Jardim Sumaré, em Ribeirão Preto-SP. 13/01: Panfletagem em defesa da democracia e de Lula ser presidente no calçadão Oliveira Lima, no centro de Santo André-SP. 13/01: Lançamento do Comitê Popular Santo André em defesa do Lula, da democracia e da Justiça, às 15h, na Rua Antônio Cardoso Franco, 501 - Casa Branca, em Santo André-SP. 13/01: Aula pública em defesa de Lula e da democracia, às 9h, na Praça Coronel Fernando Prestes, em Sorocaba-SP. 13/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente e debate com a youtuber Manuela Cristina, da página Papo Reto com Manu, às 9h, na Avenida Piraporinha, 1032, na Vila Nogueira, em Diadema – SP. 15/01: Lançamento de Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 19h, na Rua Barão de Jaguará, 704, em Campinas-SP. 18/01: Ato dos artistas e intelectuais pela democracia e pelo direito de Lula ser candidato, às 19h, na Casa de Portugal, na Avenida Liberdade, 602, na Liberdade, centro de São Paulo-SP. 18/01: Lançamento do Comitê Popular em defesa da democracia e de Lula ser presidente, às 19h, na Rua Antônio de Godói, 5.342, no bairro Nova Redentora, na subsede da CUT em São José do Rio Preto-SP.   19/01: Ato de educadores em defesa da democracia e de Lula ser candidato, às 16h, na sede da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo), na Praça da República, no centro de São Paulo-SP. 20 e 21/01: Brigadas Populares nas periferias em diferentes região da cidade de São Paulo. 22/01: Panfletagem no Terminal Rodoviário de São José do Rio Preto-SP, a partir das 17. 23/01: Vigília em defesa de Lula e da democracia, às 17h, no Tribunal Regional Federal da 3, na Avenida Paulista, 1.842, na Bela Vista, na cidade de São Paulo. 23/01: Ato em frente à sede da Justiça Federal de São José do Rio Preto, na Rua dos Radialistas Riopretenses, 1.000, no bairro Nova Redentora. 24/01: Ato em defesa da democracia e de Lula, às 9h, na sede da Justiça Federal de São José do Rio Preto, na Rua dos Radialistas Riopretenses, 1.000, no bairro Nova Redentora. 23/01 a 24/01: Vigília em defesa da democracia e de Lula ser presidente, na Justiça Federal de Primeiro Grau em São Paulo - Fórum de Campinas, na Avenida Aquidaban, 465, no centro de Campinas - SP 24/01: Ato em defesa da democracia e de Lula ser presidente, com a presença de artistas, intelectuais e Lula. Em atualização        



Informa CUT-SP

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.